Home » Museu PIO XII

Museu PIO XII

O Museu Pio XII foi fundado em 1957, pelo Cónego Luciano Afonso dos Santos, nas instalações do Seminário de Santiago. Começou por ser um Museu de Arqueologia.

Foram-se reunindo depois outras coleções (escultura, pintura, têxtil, ourivesaria, adereços litúrgicos, numismática…).

Os espaços destinados ao Museu foram-se tornando exíguos. As coleções estavam mal acondicionadas, o edifício não oferecia as necessárias condições de exposição, conservação e segurança. Muito do espólio foi apresentando sinais dessas inadequadas circunstâncias.

Aos cuidados do Seminário, onde o Museu estava instalado, encontrava-se uma Torre Medieval, das que ainda se mantêm da muralha medieval que inspirou segurança à cidade dos Arcebispos.

Em 1984, o pintor Henrique Medina, famoso paisagista e sobretudo retratista, natural do concelho de Esposende, Arquidiocese de Braga, doou à Arquidiocese de Braga uma significativa parte da sua obra, num conjunto de 52 quadros e 21 desenhos.

Nos finais do séc. XX e inícios do séc. XXI, o edifício do Seminário foi completamente remodelado. E para o Museu foi destinada uma ala inteira, devidamente isolada.

A inauguração deste “novo Museu” ocorreu em 5 de dezembro de 2002. Criaram-se as necessárias condições para exposição, conservação, acondicionamento…

Também a Torre Medieval foi recuperada, tornando-se visitável. Transformou-se num importante espaço museológico e até turístico para a cidade de Braga.

Dentro do Museu Pio XII, uma generosa galeria expõe a obra do insigne pintor e retratista Henrique Medina.

É tudo isso que o Museu Pio XII tem para oferecer aos seus visitantes. Uma visita que, seguramente, vale a pena.

O diretor do Museu,

Cónego José Paulo Leite Abreu

Deixe um comentário




  1. Carlos de Faria diz:

    Parabéns ao Sr. Cónego Dr. José Paulo Leite Abreu, e à sua excelente equipa, pelo excelente contributo que tem dado ao Museu, à cidade de Braga e, naturalmente, pelo engrandecimento da cultura em Portugal.
    Carlos de Faria